Mar 03, 2024

Luta pela reconstrução do ACT se intensifica, com paralisações nesta segunda nas subsidiárias da Petrobrás

Dando sequência ao calendário nacional de paralisações por segmentos no Sistema Petrobrás, a categoria petroleira aderiu massivamente às mobilizações desta segunda-feira, 30, nas subsidiárias, cobrando avanços na negociação do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT).

A agenda de luta foi iniciada na sexta-feira passada (27/10), com grande adesão nas refinarias e nas usinas termelétricas. Nesta segunda, foi a vez das trabalhadoras e dos trabalhadores das unidades operacionais da Transpetro e da PBio reforçarem a indignação da categoria com a falta de empenho da gestão da estatal em avançar nas reivindicações fundamentais para a reconstrução de direitos que foram reduzidos ou dizimados do ACT no governo passado.


TEDUT

 

Alegando impeditivos da Sest, a atual diretoria do Sistema Petrobrás insiste em manter a relação de custeio da AMS em 60×40 e não resolve as questões estruturais do plano de saúde. A empresa também não repõe os 3,8% das perdas salariais passadas e ignora as revindicações de ganho real de 3% e de equiparação das tabelas salariais das subsidiárias.

Além disso, a Petrobrás segue sem resolver diversos passivos herdados da gestão passada e não acena com a construção de uma política justa e transparente de recomposição dos efetivos, que envolva os sindicatos.

 


TERIG

Mais uma vez, a categoria respondeu ao chamado da FUP e dos sindicatos, aderindo às paralisações nos terminais da Transpetro em diversos estados do país. Houve também mobilizações nas usinas de biocombustível de Montes Claros, em Minas Gerais e de Candeia, na Bahia.

Na Transpetro, a resposta da categoria foi expressiva, com adesão dos grupos do turno da manhã nos terminais do Rio Grande do Sul (Tenit, Tedut e Terig), do Espírito Santo (TABR), do Paraná (Paranaguá), de Pernambuco (Suape), do Ceará (Pecem), de Duque de Caxias/RJ (Tecam) e de São Paulo (Barueri, São Caetano do Sul, Guararema e Guarulhos).

As paralisações prosseguem na terça-feira (31), nas unidades administrativas do Sistema Petrobrás, e na quarta (01/11), nas áreas de exploração e produção (E&P).

 


TENIT

 

Texto FUP

Facebook