Feb 05, 2023

Atual gestão do Sindipetro-RJ se reelege para mais três anos de luta

i_postagem464-1pTerminou por volta das 14h desse sábado (30 de abril), a apuração das eleições para a direção do Sindicato dos Petroleiros do Rio de Janeiro. A vitória da chapa 1 - Independência, Unidade e Luta, com 1.228 votos, mostrou o apoio da categoria à atual gestão do sindicato. A chapa 2 - Uma nova direção, pela unidade nacional - teve 1.034. Nulos e brancos foram 29, de um total de 2.291 votantes.

O início da apuração foi bem tenso. A oposição exigia a impugnação de duas urnas de aposentados, do Rio e de Angra. Na primeira, alegaram que ao prestar o serviço de realização do imposto de renda para a categoria, na sede do sindicato, durante a votação estavam “comprando” votos. A atual gestão questionou essa tese lembrando que esse é um trabalho já realizado no ano passado e que não recebeu nenhuma crítica antes. Inclusive, quem marcou a data da eleição, coincidente com a última semana de declaração do imposto de renda foi a oposição, maioria na comissão eleitoral.
Na de Angra, acusaram o sindicato de estar carregando os eleitores para votar no carro do sindicato, utilizando-se da máquina em benefício de um único grupo. Os petroleiros da Costa Verde integrantes da chapa 1 explicaram que quando uma cadeirante foi votar ela não tinha como ter acesso ao local de votação, daí pegaram o carro apenas para subir com ela. De qualquer forma, o voto dela estava em separado, então não havia justificativa para impugnar uma urna inteira.
Os aposentados têm extrema rejeição à Federação Única dos Petroleiros apoiadora da oposição. A chapa 1 denunciava que a impugnação dessas urnas seriam um golpe, que praticamente retiraria os aposentados do pleito. Parecia que as eleições acabariam numa confusão generalizada ou numa incerta e demorada batalha judicial. Por volta das 3h da madrugada de sexta para sábado, porém, chegou-se a um consenso, deixando apenas a urna de Angra em separado para uma avaliação posterior. Finalmente, então, iniciaram os trabalhos de contagem dos votos. A partir daí, a apuração seguiu tranquilamente, embora com muita lentidão.
A posse da chapa 1 para o triênio 2011-2014 acontece em julho. Nessa segunda-feira, disponibilizaremos aqui na página da Agência Petroleira de Notícias o resultado completo das eleições do Sindipetro-RJ por local de votação.
Fonte: Agência Petroleira de Notícias

Facebook