Aug 10, 2022

Sindipetro-RS: Meio século de lutas e conquistas

Prestes a completar meio século de história, o Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Sul foi fundado no dia 06 de dezembro de 1963 sucedendo a então Associação dos Empregados da Petrobrás no Estado do Rio Grande do Sul (A.E.P.E.R.G.S).

Nesta data foi concedida a Carta Sindical, documento que oficialmente transforma a Associação em Sindicato. Criada com o objetivo de defender os interesses dos empregados da obra de construção da Refinaria Alberto Pasqualini, a Associação estava localizada nas dependências da obra da Refap: um galpão de madeira, onde funcionava parte do escritório do grupo de construção do Terminal Almirante Soares Dutra, o TEDUT. Como Sindicato, a representatividade se fortalece e as ações em defesa dos direitos dos trabalhadores tornam-se mais intensas. Entre 1965 a 1980, o Sindipetro-RS, na época chamado Sindipetrosul, ficou localizado no centro de Porto Alegre nas ruas Doutor Flores e Voluntários da Pátria, respectivamente. Em 1981, foi adquirida a atual Sede situada na Rua General Lima e Silva, 818. A luta da categoria petroleira, iniciada logo após a criação da Petrobrás, em 1953, foi marcada por um histórico de resistência aos ataques contra os direitos dos trabalhadores, contra a Ditadura Militar e a busca pela redemocratização do país.  Desde a sua criação, o Sindicato esteve à frente destes e de tantos outros movimentos, mobilizando e organizando a categoria pela busca dos seus direitos, sejam salariais ou de condições dignas e seguras de trabalho. Também a resistência ao neoliberalismo, greves, atos contra a privatização da Petrobrás e contra leilões fazem parte da memória dos petroleiros e da história do Brasil. Agora, praticamente chegando a meio século de existência, é justo que esta data seja comemorada de forma significativa. Para tanto a Diretoria do Sindipetro está planejando uma série de eventos e atividades para marcar, comemorar e valorizar esta data. A tua participação nos eventos comemorativos é muito importante e fortalece o Sindipetro-RS.

Facebook