Jan 30, 2023

Petrobrás apresenta nova proposta de PLR. Conselho Deliberativo da FUP reúne-se na quarta (18) para avaliação

Na última quarta-feira, 11, FUP reuniu-se com a presidente da Petrobrás, Maria das Graças Foster e o
diretor Corporativo e de Serviços, José Eduardo Dutra, para cobrar uma solução para o impasse das
negociações de quitação da PLR 2011 e regramento das PLRs futuras. A reunião foi agendada em
resposta à solicitação da Federação, que encaminhou um documento à presidente, reiterando a rejeição
das propostas feitas pela empresa e cobrando avanços na negociação.
Pressionada pelas mobilizações convocadas pela FUP e seus sindicatos e pelas assembléias que estão
aprovando o indicativo de greve, a Petrobrás apresentou nesta terça-feira, 17, uma nova proposta para
quitação da PLR 2011. A empresa apresentou uma nova proposta que aumenta em R$ 2.056,00 o piso
a ser recebido por cada trabalhador. Sendo R$ 760,00 a mais na PLR e R$ 1.296,00 ou 12% de uma
remuneração, o que for maior, a título de adiantamento da gratificação contingente do ACT 2012. Ainda
nesta tarde, a empresa se comprometeu a disponibilizar o simulador através da Petronet, para todos os
trabalhadores.
A FUP está convocando uma reunião do seu Conselho Deliberativo para quarta-feira, 18, à tarde, para
debater junto com os sindicatos a nova proposta apresentada e discutir os próximos passos da campanha
de PLR.
No último Conselho Deliberativo da FUP, realizado no dia 05 de julho, os sindicatos indicaram greve a
partir do dia 20, por tempo indeterminado, caso a Petrobrás não avançasse nas negociações e tratasse
os trabalhadores da mesma maneira que fez com os acionistas, isto é, não reduzindo o montante a ser
dependido à PLR. Os petroleiros estão aprovando o indicativo nas assembléias, que prosseguem ao
longo desta semana.
Na última quarta-feira, 11, FUP reuniu-se com a presidente da Petrobrás, Maria das Graças Foster e o
diretor Corporativo e de Serviços, José Eduardo Dutra, para cobrar uma solução para o impasse das
negociações de quitação da PLR 2011 e regramento das PLRs futuras.
A reunião foi agendada em
resposta à solicitação da Federação, que encaminhou um documento à presidente, reiterando a rejeição
das propostas feitas pela empresa e cobrando avanços na negociação.
Pressionada pelas mobilizações convocadas pela FUP e seus sindicatos e pelas assembléias que estão
aprovando o indicativo de greve, a Petrobrás apresentou nesta terça-feira, 17, uma nova proposta para
quitação da PLR 2011. A empresa apresentou uma nova proposta que aumenta em R$ 2.056,00 o piso
a ser recebido por cada trabalhador. Sendo R$ 760,00 a mais na PLR e R$ 1.296,00 ou 12% de uma
remuneração, o que for maior, a título de adiantamento da gratificação contingente do ACT 2012. Ainda
nesta tarde, a empresa se comprometeu a disponibilizar o simulador através da Petronet, para todos os
trabalhadores.
A FUP está convocando uma reunião do seu Conselho Deliberativo para quarta-feira, 18, à tarde, para
debater junto com os sindicatos a nova proposta apresentada e discutir os próximos passos da campanha
de PLR.
No último Conselho Deliberativo da FUP, realizado no dia 05 de julho, os sindicatos indicaram greve a
partir do dia 20, por tempo indeterminado, caso a Petrobrás não avançasse nas negociações e tratasse
os trabalhadores da mesma maneira que fez com os acionistas, isto é, não reduzindo o montante a ser
dependido à PLR. Os petroleiros estão aprovando o indicativo nas assembléias, que prosseguem ao
longo desta semana.

Facebook