Nov 22, 2017

Petroleiros e petroleiras da REFAP mobilizados nesse dia de Luta pela Vida e em defesa dos postos de trabalho

Os trabalhadores e trabalhadoras da Refap, e das refinarias do restante do país, seguem mobilizados denunciando os acidentes e riscos de vida em função do desmonte promovido pela gestão Pedro Parente. Nesta segunda-feira, 10, dia em que a FUP reúne-se com a Petrobrás para cobrar o cumprimento das cláusulas de SMS e de efetivos do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT), os petroleiros realizaram uma série de manifestações nas unidades, com atrasos, operações padrão e suspensão de Permissões de Trabalho (PTs). Na Refap, a categoria aprovou corte de rendição.

O Dia Nacional de Luta em Defesa da Vida é mais uma forma de pressão para que a Petrobrás suspenda definitivamente as reduções de efetivos que impôs arbitrariamente nas refinarias, sem discussão com os sindicatos, e cujo objetivo é cortar até 25% dos postos de trabalho. Essa medida, além de descumprir o ACT, também viola a NR-20, que, desde a sua implantação, em 2012, vem sendo negligenciada pelas gerências, que até hoje sequer discutiram com a FUP e seus sindicatos critérios e parâmetros para dimensionamento de efetivos, como determina a Norma Regulamentadora.

Facebook